A espinha ocorre quando há uma obstrução no local por onde saem o pelo e o sebo do corpo. Isso acaba criando um cisto, que dá origem à espinha interna. Em seguida, esse cisto é colonizado por uma bactéria, que é a responsável pela inflamação e causa pus, dor e inchaço. A primeira recomendação para quem precisa tratar de uma espinha interna é não mexer na lesão de maneira nenhuma, para não correr o risco de piorar a inflamação. Além disso, é importante consultar o dermatologista para indicar os produtos adequados. Em alguns casos, até antibiótico é necessário. No geral, deve-se usar sabonete para pele oleosa ou com propriedades secativas. Agende a sua consulta.