Estresse e cansaço são apenas alguns dos inúmeros fatores que causam as manchas escuras ao redor dos olhos. Pigmentação pós-inflamatória, que pode surgir após qualquer tipo de irritação ou inflamação na pele da região, o aumento da vascularização, a flacidez cutânea por conta do envelhecimento (frouxidão e excesso de pele) e o sombreamento da cavidade ocular, também podem influenciar no surgimento das olheiras. Para iniciar o tratamento, é importante identificar o tipo de olheira. Sim, existe mais de um tipo! As de tonalidade azul são mais comuns em pessoas claras e de pele fina, que permitem uma visualização dos vasos superficiais da pele. Nas olheiras com tonalidade castanha, a melanina é predominante, por isso são mais comuns em pessoas de pele mais escura. Agende a sua consulta e descubra que tratamento é o indicado para o seu tipo de olheira.