Tratamentos

Lipoescultura

A lipoescultura envolve a combinação das técnicas de lipoaspiração e lipoenxertia. Consiste em remover a gordura da região em que ela se encontra em excesso, e enxertá-la nas regiões que necessitam de volume ou contorno. Busca-se “esculpir” o corpo, de modo a preencher, aumentar e modelar as estruturas flácidas, depressões ou áreas com pouco tecido adiposo. No procedimento, as cânulas de lipoaspiração são introduzidas através da pele e chegam ao tecido adiposo (camada que vem logo após a pele), de onde aspiram – através de um sistema a vácuo – a gordura localizada. Os pontos em que são inseridas as cânulas variam de acordo com a anatomia do paciente e a técnica usada pelo cirurgião.
A lipoaspiração pode ser feita com anestesia geral, peridural ou local, dependendo da quantidade de regiões abordadas e de gordura a ser removida. Em geral, as cicatrizes de lipoaspiração medem cerca de meio centímetro, mas podem ficar quase imperceptíveis com o tempo, e não causam incômodo. Em seguida, a gordura é “tratada” e enxertada em um novo local.
Pode-se enxertar a gordura em diferentes áreas corporais, sendo particularmente frequentes nos glúteos, face e mamas. É possível enxertar a gordura lipoaspirada em diferentes regiões do corpo em apenas um procedimento. Caso o paciente decida tratar diferentes áreas, em cirurgias distintas, será necessário um intervalo mínimo de um mês entre as cirurgias. Caso seja necessário realizar um novo enxerto, em uma área previamente tratada, um intervalo mínimo de seis meses é solicitado, até que o edema da região desapareça.